Banner Geração Digital

Jesus - Homem e Deus

“Jesus não veio a este mundo transformar pessoas más em boas.
Ele veio a este mundo transformar pessoas mortas em pessoas vivas.“ 
Ravi Zacharias - Filósofo indiano

A revista “Vida Simples” da editora Abril publicou neste mês uma ótima matéria sobre Jesus, intitulada “Em busca da sabedoria de Jesus - Os principais ensinamentos do homem que viveu na Palestina no século 1 que podem ser úteis para iluminar o cotidiano de todos nós.” Escrita por Rodrigo Cavalcante.

Apesar do escritor considerar Jesus apenas como um grande homem, por outro lado, ele conhece a história do Nazareno e a sua mensagem muito mais do que boa parte dos cristãos nominais espalhados por este país. E vai além disso, Rodrigo também explica, com destreza, cada um dos principais ensinamentos do grande Mestre.

Estimulado pela matéria da revista, resolvi escrever algo sobre Jesus e sobre o Natal que, para os céticos, é a comemoração do nascimento de apenas um grande homem da História, morto há mais de dois mil anos. Para milhões de cristãos espalhados pelo mundo, é a comemoração do nascimento do Messias esperado, a comemoração da Esperança.

Mas, onde se encontra o aniversariante tão prestigiado? Nas Igrejas? No coração de cada cristão? Ou nos céus, acima das mais altas nuvens? Onde está Jesus?
Tomo a liberdade de responder com as palavras Dele, palavras ditas aos seus díscipulos após Sua ressureição: “E eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.” (Mateus 28.20b). Dias antes, Jesus havia explicado aos seus seguidores que voltaria para junto do Pai; porém, estaria presente permanentemente, por meio do Consolador, o Espírito Santo.

Estas palavras de promessa não podem e nem devem ser defendidas com argumentos históricos ou científicos. Mas todo aquele que O busca e O prova com total sinceridade, concorda comigo ao afirmar que Cristo realmente se faz presente em nossas vidas através de evidências – e contra elas, não há argumentos.

De fato, Cristo se faz presente através da influência de Sua mensagem no decorrer da História. Através de Seu Reino de consciência, inaugurado nas estradas poeirentas da sofrida Palestina, Jesus hoje conta com milhões de seguidores fiéis – e outros nem tanto – mas que, com todos seus defeitos e limitações, adoram Seu nome e almejam Sua volta.

Este Reino ao qual me refiro não está encarcerado dentro de nenhuma denominação religiosa criada por homens, como eu e você, nem se capitaliza em propagandas através dos meios de comunicação em massa.
Este Reino nasceu e continua crescendo nos bastidores da humanidade, nas conversas entre amigos, nos pedidos de perdão, nas orações aos pés da cama, nos pedidos de ajuda atendidos, nas fomes alheias saciadas, nas Escrituras distribuídas e nas vidas anônimas transformadas da água para o vinho.
Um Reino que não usa de poder, mas de influência em amor. Um Reino que não pode ser medido estatisticamente, pois só quem sabe contá-lo é o Seu Governante Supremo: o Rei Jesus.

Jesus nasceu. Viva o Rei!
Share on Google Plus

1 comentários :

  1. Anônimo19.12.06

    Tenho acompanhado o teu blog e também divulgado para meus amigos...gosto muito da forma como você pensa e escreve sobre tudo,tem muito a ver comigo.Parabéns! Um grande abraço do irmão em Cristo e admirador Frank Cimino

    ResponderExcluir