Banner Geração Digital

Vivendo o futuro, hoje!


Dia desses entrei numa pequena loja de calçados na qual fui prontamente atendido pelo próprio dono, um senhor grisalho e elegante que demonstrou pela conversa ser um homem culto. Porém, algo me incomodou muito nele, pois em nenhum momento de nossa conversa ele olhou nos meus olhos. Ele olhava para baixo, para os lados e até acima de minha cabeça, mas não nos meus olhos. A sensação era que ele não queria que eu olhasse em seus olhos ou ainda que ele queria acabar logo com aquela conversa para atender o próximo cliente, assim como aqueles atendentes de fastfood que demonstram estar presentes apenas fisicamente ao nos atender.

Coincidentemente, nestes dias estava refletindo sobre a mensagem de Jesus acerca da ansiedade, que inicia com: “Não andeis ansiosos...”, e termina com: “... basta a cada dia o seu próprio mal” (Mateus 6.34). A ansiedade faz nossas mentes ficarem como aquele comerciante que me atendeu, vivendo o hoje, porém, olhando para o amanhã. Como uma filmadora desregulada, focamos o fundo da cena ao invés de focarmos os personagens em ação. Desta forma fica impossível enxergar os detalhes do agora que é, na verdade, o único lugar onde existimos. Pior ainda, a ansiedade nos tira do presente, remetendo-nos a um futuro que, normalmente, projetamos com pessimismo, um futuro cheio de azar e sofrimento.

Sabendo disso, o Mestre Jesus ao terminar sua mensagem parece brincar com seus seguidores dizendo, em outras palavras: "- se é só o mal que vocês conseguem enxergar no futuro: as dívidas, as dores, as perdas e etc. Então voltem para o presente, ao menos para ver o mal que há nele, pois este mal, do hoje, já é o suficiente para vocês." Parece que Ele nos diz ainda: "- Se vocês não conseguem ver todas as nuances maravilhosas que o Pai nos concede hoje, então vejam pelo menos o mal que há no presente." O que nos leva a outra mensagem de Jesus: “... se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas” (Mateus 6.23).

O desafio a nossa frente seria regularmos nossas mentes para viver aqui, hoje, não só com suas dificuldades e desafios, mas principalmente com todos os detalhes positivos e com toda a beleza do presente que a vida nos oferece. Talvez seja esse um bom exercício de fé: barrar qualquer pensamento que nos projete a um futuro pessimista, entregando todo trabalho de projeção nas mãos daquele que é dono do porvir. Então, afinal, focar as lentes de nossa mente e alma no presente para vivê-lo com todo nosso ser.

Transformai-vos!

Share on Google Plus

1 comentários :

  1. Parabéns pelo Post! eu leio e adoro cada um deles. Admiro a forma como você retira um aprendizado profundo de momentos simples, que Deus continue te abençoando!

    ResponderExcluir