Banner Geração Digital

Só o Suficiente

Neste início de ano, tenho sentido claramente a presença de Deus em minha vida e em minha família. Nos mínimos detalhes, ele tem se revelado atuante e presente.

Ao ler este primeiro parágrafo, você pode ter concluído que tudo vai bem comigo e com minha família. Que Deus tem abençoado tudo que fazemos e que, por isso, não temos problemas. Se estou certo, você está errado, porque não é exatamente isso que quis dizer.

Se você voltar a ler o primeiro parágrafo vai perceber que a única afirmação que fiz é que Deus tem sido presente. Não disse que tudo vai bem, nem que todos os planos estão dando certo. A presença de Deus não implica, necessariamente, ausência de perigos e problemas. A Sua Santa presença não nos abstém das adversidades e intempéries da vida real.


Nós, cristãos, sofremos, adoecemos, brigamos, perdemos, somos injustiçados e também ofendemos outros com nossos deslizes e omissões. Vivemos no presente e participamos dos governos corruptos, da violência nas ruas, das altas dos juros, das ondas de epidemias, da escassez de água e honestidade e tudo mais que nos cerca, que falta e que sobra. Foi assim com os personagens do passado, continua sendo assim com a gente e será assim com os próximos.

Entretanto, nós cristãos podemos desfrutar dessa presença singular. Deste sentir sagrado. Este perceber que nos basta. Aqui e ali. Por vezes de modo discreto, em outras escancarado. Como cheiro de chuva que vem chegando. Como aroma de tempero que cai na panela. Invisível, mas presente e suficiente. Estar de bem com a vida e sentir esta presença é o vislumbre do paraíso. Por outro lado, estar triste e frustrado e sentir essa presença é bom também, porque ela é suficiente como Deus é suficiente. Por isso seu nome é EU SOU, porque O Verbo basta, mesmo sem ter adjetivos.

Mas de onde veio esta ideia, mesmo?
Ah, lembrei!
Ela surgiu em meio a uma oração, pelos cristãos que sofrem na Nigéria e no Estado Islâmico.
O que pedir para aqueles cristãos numa circunstância daquelas?
Pedir o que basta! Pedir a presença Dele, lá com eles. No livramento, no sofrimento, na libertação, na fuga, no aprisionamento, no choro, na dor, na providência, no ódio, na vida e na morte.
Sua presença suficiente para aqueles que Nele creem e que por Ele sofrem até a morte.

Deus, peço que esteja presente e seja suficiente neles.
Em Cristo Jesus,
Amém.

Share on Google Plus

1 comentários :

  1. Anônimo15.5.15

    Leia também:
    Nem derrotados, nem vencedores - http://www.transformai-vos.org/2014/01/nem-derrotados-nem-vencedores.html

    ResponderExcluir