Banner Geração Digital

Daqui de cima


Texto e Foto por Anderson Vieira

Quando tirei esta foto estava em uma de minhas viagens a trabalho. O que me surpreendeu nesta foto, além da beleza desta imensidão e de pequenos cumes de montanhas, na realidade nada pequenos, foi o que havia abaixo destas nuvens. Difícil acreditar, mas estas nuvens são de uma tempestade que se formava! Como é possível uma assustadora tempestade vista debaixo, sob ótica humana, ser tão incrível vista de cima? O que era assustador enquanto o avião decolava se revelou algo deslumbrante quando cruzamos as carregadas nuvens, à medida em que o avião ganhava altitude.

Naquele momento me veio este versículo à mente: "Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos." (Salmos 19; 1). Então tudo o que pensei foi na tempestade, vista de diferentes formas e diferentes perspectivas. O apostolo Paulo disse uma vez que "por amor de Cristo (...) quando estou fraco é que sou forte". Isto significa que o processo de transformação vem com a tempestade. Se queremos fortalecer nossa fé, fortalecer nossas convicções guardadas no coração, temos que estar preparados para tempestades, para nos sentirmos fracos e vulneráveis.


Todos temos nosso recanto de reflexão, onde encontramos um momento íntimo com Deus para questionar nossa existência, nossa fé e nossas ansiedades. De fato, minhas reflexões tem sido em um avião. Este texto foi escrito em um avião (ou melhor, em dois)! O trabalho me trouxe esta descoberta, uma vez que tenho viajado praticamente 70% do meu tempo. O curioso é que meu sonho de infância era ser piloto da força aérea e eu busquei isto, mas "o coração do homem propõe o seu caminho; mas o Senhor lhe dirige os passos." (Provérbios 16; 9). E se ser piloto não era o caminho que Deus tinha para mim, embora, nunca poderia imaginar que Ele realizaria meu sonho de viver voando.

Porém, com toda esta descoberta, a bênção do trabalho e a realização de sonhos, vem também um ônus: tenho vivido muito longe de minha família, de minha esposa... E esta tem sido minha tempestade. Deus trabalha em nós, mesmo através das bênçãos, pois sem dúvida "não há nada melhor para o homem do que comer e beber, e fazer que a sua alma goze do bem do seu trabalho..." (Eclesiastes 2.24), mas também sabemos que "do suor do seu rosto comerás..." (Gênesis 3.19). Portanto, tenho observado a transformação da minha fé através desta tempestade que, curiosamente, é também uma bênção - o meu trabalho. Louvo a Deus pelo privilégio de poder passar uma tempestade que se revela uma bênção e não um grande problema. Devemos, sim, enfrentar as tempestades, afinal, "é quando estou fraco que sou forte", mas se temos a oração como ferramenta para argumentar com Deus, que a usemos para pedir que Ele, em sua imensa misericórdia, transforme nossas vidas através de bênçãos! Afinal, "muito pode por sua eficácia a súplica do justo." (Tiago 5.16)

Este texto revela um pouco de como somos complexos. Não consigo clarear minha mente para dizer se meu trabalho é bênção ou tempestade... O fato é que se trata de ambos! Assim como esta foto acima, que retrata uma tempestade, mas traz consigo uma visão deslumbrante e certamente abençoada, quando vista de cima.

Aí está a resposta: Quando vista de cima!

Hoje, aceito a transformação através das tempestades e tenho encontrado formas de vê-las do alto, onde a perspectiva é ampla, clara e suave. Onde tudo está sob controle, onde Deus se revela em sua glória. Afinal, esta é a perspectiva Dele, que nos diz:
...
"Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos,
nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor.
Porque assim como os céus são mais altos do que a terra,
assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos,
e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.
Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam
a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come,
Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia,
antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei."

Isaías 55:8-11
Share on Google Plus

1 comentários :

  1. Anônimo25.8.15

    Nossa que palavra inteligente !!! e propia para momentos em que todos passamos. Eu me recordo de ter pensamento similiares ao seus de menino - e Deus mostra aonde ele quer agente - 'e gratificante.

    A PAZ

    ResponderExcluir