#nelesim

Por Lucas Pedro Transformai-vos - setembro 25, 2018

Paraty - Rio de Janeiro
Na infância, adorava criar histórias com personagens, lugares e circunstâncias que imaginava para as minhas aventuras de menino. Anos mais tarde, tive o privilégio de descobrir o poder destas criações como ferramentas para conhecer minha própria mente e coração. Descobrir nas características da imaginação, seu significado simbólico para a minha alma. Com o passar dos anos, tenho buscado aprender e compreender estes símbolos aqui dentro e também lá fora, na vida objetiva.

Pesquisando sobre isso, encontrei esta definição fantástica de Joel Bonnemaison sobre - o lugar - como símbolo: "Um geossímbolo pode ser definido como um lugar, um itinerário, uma extensão que, por razões religiosas, políticas ou culturais, aos olhos de certas pessoas e grupos étnicos assume uma dimensão simbólica que os fortalece em sua identidade (...). Os símbolos ganham maior força e realce quando se encarnam em lugares. O espaço cultural é um espaço geossimbólico, carregado de afetividade e significações."

Um lugar imaginado, assim como um lugar real carrega um significado emocional em cada um de nós. Um momento difícil de solidão ou doença, se desenha como um deserto da vida. Uma viagem agradável, desenha em nossa alma um Oásis, onde podemos recarregar nossas energias. As circunstâncias objetivas da vida, constroem lugares imaginados em nossa mente que aprende e se comunica por meio dos símbolos e seus significados.

Há alguns dias, eu e minha família fizemos uma rápida viagem para o Litoral Norte de São Paulo, lugar onde eu e minha esposa costumamos brincar que será nosso lugar de aposentadoria. Porém, desta vez, senti um forte desejo de transformar essa brincadeira em plano objetivo. Viver ali, aos pés da Serra e de frente pro Mar. Um lugar que pinta em nossa alma um sentimento de paz, simplicidade e realização. Porém, o lugar real, por mais paradisíaco que seja, não tem o poder de nos livrar dos lugares angustiantes nos quais, muitas vezes, a nossa alma se encontra. Talvez, por isso, senti esse sério desejo de mudar para lá, pois tenho me sentido angustiado neste local onde me encontro, não falo da minha querida Campinas, mas deste local aqui, dentro de mim.

Ao me dar conta disso, a memória de um texto registrado no livro de Atos, me veio à tona:
"O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há é o Senhor do céu e da terra, e não habita em santuários feitos por mãos humanas. Ele não é servido por mãos de homens, como se necessitasse de algo, porque ele mesmo dá a todos a vida, o fôlego e as demais coisas. De um só fez ele todos os povos, para que povoassem toda a terra, tendo determinado os tempos anteriormente estabelecidos e os lugares exatos em que deveriam habitar. Deus fez isso para que os homens o buscassem e talvez, tateando, pudessem encontrá-lo, embora não esteja longe de cada um de nós. ‘Pois nele vivemos, nos movemos e existimos’, como disseram alguns dos poetas de vocês: ‘Também somos descendência dele’.

Nesta fala, Paulo pretende elevar o pensamento religioso dos Atenienses para entender este Deus maior, que não pode ser reduzido a uma nação, local ou templo, pois um Deus assim tão vasto e ilimitado não pode ser contido, pelo contrário, Ele nos contém. Nosso Deus nos permite, por meio de Cristo, ser nosso lugar de habitação. Lugar amplo e farto, onde nossa alma encontra morada estável e tranquila.

Por que, então, muitas vezes me sinto habitando um lugar claustrofóbico onde as paredes parecem se fechar contra mim? 

A resposta é simples. Porque eu mesmo retiro minha alma de Deus. Retiro meu coração deste local firme, para buscar meu lugar em outras pessoas, crenças ou esperanças. Me exilo de Deus para viver as expectativas do mundo objetivo, me esquecendo de que em Deus tudo está feito, realizado e consumado.

"Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas. Pois vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus." - Paulo aos Colossenses

Nele devemos viver! Nele nos movemos! Nele existimos! Nele, sim!

Transformai-vos!





  • Compartilhe:

Você também pode gostar:

0 comentários