Tetélestai

Se você procurar pela expressão grega TETÉLESTAI vai se dar conta de como essa expressão de Cristo - ESTÁ CONSUMADO - tem sido amplamente usada no meio evangélico.

Vivo ansioso. Viver ansioso é fazer qualquer coisa pensando na próxima, como se a próxima fosse mais importante do que a atual, mas quando ela é a atual, então a próxima é mais importante. Viver o agora, na ânsia pelo depois. Segundo muitos, é o tal mal do século. Dizem que é pela enorme quantidade de informação e agitação da vida moderna. Creio que não, pois Jesus disse, há mais de dois milênios, a famosa frase: "Não andeis ansiosos...". Com certeza, ele falou sobre isso pois percebia toda ansiedade de seus discípulos e demais seguidores.

Por isso mesmo, o mais frustrante é ser cristão e continuar ansioso. Ser discípulo e propagador do Evangelho e, ao mesmo tempo, não conseguir eliminar esta patologia emocional que parece crônica. Porém, como sei que não estou sozinho, gostaria de compartilhar um método que tem me ajudado na luta contra este mal do século, ou melhor, dos milênios. Calma, não me entenda mal, não é uma espécie de cura mágica. Trata-se apenas de uma lembrança que trago à tona e que ao vir à consciência, parece dissolver a ansiedade naquele momento. Por isso, vou tentar explicar a lembrança, para talvez ajudar aos outros.

Na verdade é bem mais que uma lembrança. É um aprendizado teológico que parece conseguir pausar ou desacelerar muito minha mente caótica e trazer-me para o presente, para aquilo que alguns gostam de chamar de "o eterno agora". Neste agora não há ansiedade, pois não há o porvir negativo ou positivo. Neste agora só o momento é tudo e suficiente. Neste agora não há angústia, assim como não há expectativa, apenas uma constatação de chegada, uma poderosa constatação de que tudo está resolvido. Mas, antes que você me julgue que estou tentando me transformar num desses gurus espirituais ao estilo Osho, vou te explicar qual foi o texto bíblico que me levou a isso:

E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito. - João 19:30
Se você procurar pela expressão grega TETÉLESTAI vai se dar conta de como essa expressão de Cristo - ESTÁ CONSUMADO - tem sido amplamente usada no meio evangélico. Essa última palavra de Jesus na cruz ecoa como o som de um carimbo, de selo de conclusão de um trabalho e é justamente isso que ele significa. O ato mais importante que poderia ter sido feito por mim, por você, por nós e por toda a criação, em todos os tempos e eras, foi concluído naquele momento. Então, o aprendizado é este: que nada acontecerá em sua vida que seja melhor e mais importante do que aquilo que já foi feito naquele momento, por Cristo, na cruz. Também significa que nada ruim, por pior que seja, pode alterar ou nem mesmo ofuscar o que foi feito naquele momento. Tudo foi resolvido. Tudo está consumado.

Esse básico ensino do Evangelho de Cristo Jesus, resumido em uma palavra grega que eu mal sei pronunciar direito, tem me proporcionado alguns minutos preciosos de ausência de ansiedade. Por isso, fiz questão de compartilhar. Quando tiver uma oportunidade, pare por alguns minutos e traga à consciência este aprendizado. É como pausar o vídeo, fechar a torneira, deitar na rede ou fechar o livro lido. É como chegar ao destino. É como aquela sensação de que tudo está bem. É como estar com Cristo. É sobre Ele ser suficiente. É sobre ser livre. É sobre ser salvo. Como repetia o velho jingle: "Experimenta, Experimenta, Experimenta..."

Mas e depois?

Bem... depois acelera o carro, abre a torneira, levanta da rede e vai pagar boleto, comprar o frango, assistir a série, mandar o e-mail, lavar a louça...

Porém, de vez em quando se lembre: TETÉLESTAI

Talvez, aos poucos, isso vá transformando nossa mente de modo que todo boleto, e-mail ou louça seja encarado nesta perspectiva fantástica de redenção eterna. Talvez um dia, a gente viva, independente das circunstâncias, essa vida abundante, Nele e por Ele, aqui e agora.
Tetélestai Tetélestai Reviewed by Transformai-vos on julho 17, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.