As pazes com o hoje



Hoje me inscrevi para o Mestrado na Unicamp pela terceira vez. Na primeira, o projeto passou mas não passei na prova. Na segunda, nem o projeto passou. Então, sigo a máxima do louco poeta: "Tente outra vez". Porém, desta vez, não vou colocar essa possível conquista como meta de felicidade a ser alcançada, talvez, nos próximos meses. Não, porque eu quero que a felicidade more comigo aqui, hoje. No trabalho que preciso entregar, na decisão sobre a mistura do almoço, nos meninos indo pra escola com saúde, no dia de folga da esposa, no cuidado com a casa e as travessuras do coelho.

Cansei de achar que a vida vai acontecer um dia, sendo que ela acontece todos os dias debaixo do meu nariz, como um rio que segue seu caminho para o mar e nunca mais é o mesmo. Eu quero olhar para essa corrente, entrar nela e vive-la com tudo que há, bom ou ruim, doce, neutro ou amargo.

Se o mestrado virá?

Seguindo o conselho do grande sábio em seus provérbios, aprendi que posso e devo fazer planos, mas a resposta certa vem de Deus. O sábio também me ensinou que meus caminhos e ideias parecem certos aos meus olhos, mas Deus sonda meu íntimo. Por fim, para que este processo aconteça, é bom que eu entregue estes planos a Ele.

Parece fácil, mas não é. Entregar um plano, um desejo, é como comprar um belo presente pra si mesmo e presentear outra pessoa com ele, dizendo: - Faça o que quiser com isso. É como ter uma grande ideia de sucesso e entregar para um amigo, dizendo: - Olha que legal essa ideia! Ela é sua, use-a. Consagrar algo a Deus é devolver a Ele a autoridade e soberania da própria vida, das minhas próprias vontades. É sobre o grande desafio de se destronar.

'O coração do ser humano pode fazer planos, mas a resposta certa vem dos lábios do Senhor . Todos os caminhos de uma pessoa são puros aos seus próprios olhos, mas o Senhor sonda o espírito. Entregue as suas obras ao Senhor , e o que você tem planejado se realizará. ' - Provérbios 16:1-3

Por isso tudo, se for da vontade Dele, o mestrado almejado virá.

Se não vier, tudo bem, pois quero ser feliz com o despertar pela manhã, com o beijo da esposa e as molecagens dos filhos. As delícias simples dos pratos caseiros de sempre, a possibilidade de caminhar apreciando as árvores. As realizações e chatices rotineiras do trabalho e, por fim, o conforto do chuveiro e da cama de cada dia, do eterno agora onde Deus habita, do hoje, com o qual eu finalmente aprendi fazer as pazes. Talvez a gente ainda brigue um dia desses, mas agora somos amigos.

'Portanto, não se preocupem, dizendo: “Que comeremos?”, “Que beberemos?” ou “Com que nos vestiremos?” Porque os gentios é que procuram todas estas coisas. O Pai de vocês, que está no céu, sabe que vocês precisam de todas elas. Mas busquem em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas lhes serão acrescentadas. — Portanto, não se preocupem com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.' - Mateus 6:31-34




As pazes com o hoje As pazes com o hoje Reviewed by Transformai-vos on agosto 28, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.